Tratamento Criado Por Tonya Beauty Usa Placenta Humana Para Estimular Produção De Colágeno

Chamado de bioplacenta, o procedimento se vale das células-troncos presentes no tecido para melhorar a regeneração celular e rejuvenescer a pele

Os benefícios da placenta humana para o organismo devido à alta concentração de nutrientes costumam virar alvo de polêmica, em especial quando celebridades aparecem nas redes sociais comendo o tecido — Rodrigo Hilbert, Fernanda Lima e Kim Kardashian fazem parte desse time. Mas não é preciso ser radical para usufruir de benefícios que o tecido pode trazer ao organismo, em especial os estéticos. Exemplo disso é o procedimento bioplacenta, que usa os ativos encontrados na placenta para melhorar o aspecto da pele. 

Segredo da beleza de celebridades como a artista Bella Falconi e o ator Luigi Baricelli, nesse procedimento o uso do tecido embrionário é combinado com uma técnica de microagulhamento que permite que os nutrientes sejam absorvidos pela derme e impulsionam a produção de colágeno. Criada e registrada pela empresária e esteticista Tonya Beauty, que possui a maior clínica de estética brasileira nos Estados Unidos, a bioplacenta é indicada para tratamento de acne, melasma e envelhecimento precoce da pele.

 “A placenta é um tecido rico em células-troncos, que são responsáveis pelo nosso crescimento durante a infância, bem como pela regeneração dos nossos tecidos ao longo da vida. Entretanto, esse material tem a produção reduzida para 20% após os 25 anos, fazendo com que os sinais de envelhecimento como rugas e linhas de expressão apareçam mais rápido. Ao usar esse material, o organismo não apenas é compensado na produção, como é estimulada a regeneração celular e a produção de colágeno e aminoácidos”, explica Tonya Beauty.

A bioplacenta, portanto, ao repor esse material que é perdido pelo organismo, retarda não apenas o envelhecimento, como estimula outros benefícios como clareamento, melhora na retenção da hidratação, produção de colágeno, promoção da circulação sanguínea, efeitos antioxidante e anti-inflamatório e suplementação de aminoácidos. “Esse procedimento é indicado para pessoas com a pele sem brilho, com poros grandes e desnivelada, bem como quem possui cicatriz pós acne, manchas hiperpigmentação e Melasma, queixas de envelhecimento precoce, e rugas e linhas finas”, recomenda esteticista. 

Entretanto, não são todas as pessoas que podem se submeter ao tratamento. De acordo com Tonya Beauty, pessoas em tratamento contra câncer, grávidas, portadores de Lúpus são contraindicadas para realizar a bioplacenta. “Podem existir casos de alergias, por isso, todas essas restrições podem ser analisadas e restabelecidas com avaliação e autorização médica”, alerta. 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.